Júri PHotoFUNIBER’20

Júri PHotoFUNIBER’20

jurado

VERÓNICA SANCHIS BENCOMO

Verónica Sanchis Bencomo é uma fotógrafa, produtora e curadora venezuelana que atualmente reside em Hong Kong. Em 2010, formou-se em fotojornalismo na Universidad Metropolitana de Swansea, no País de Gales. Veronica continua com sua paixão social, e por meio de sua câmera captura suas grandes paixões: retratos e histórias culturais.

Em 2013, Verónica começa a colaborar com a revista cultural “Ventana Latina”, com sede em Londres. Lá, ela criou a seção mensal “Fotografia Latina”, em que entrevistou destacados nomes da fotografia, em espanhol. No ano seguinte, Verónica fundou o projeto Foto Féminas, uma plataforma que promove o trabalho de fotógrafos na América Latina e Caribe. Ela também organizou exposições, palestras e exibições sobre este trabalho na América Latina, Ásia, Europa e América do Norte.

Conjuntamente, Verónica colabora em várias publicações internacionais, em que realiza entrevistas com fotógrafos latino-americanos mensalmente.

Sites: www.veronicasanchis.com | www.foto-feminas.com
@veronicasanchis

@fotofeminas

jurado

MATHIEU CORP

Doutor em Comunicação e Arte pela Universidade Sorbonne Nouvelle em Paris (2015), estuda a relação entre arte e história na fotografia latino-americana. Sua pesquisa também trata das relações interculturais e intericônicas que as imagens desenvolvem entre elas, de diferentes contextos geográficos e históricos.

Essas relações são depoimentos de uma vida social de imagens, livre da história linear e das categorias artísticas às quais elas podem pertencer. Corp participou de diferentes colóquios e seminários internacionais, em Quito, Lima, Madri ou Paris, e lecionou no Departamento de Artes e Mídia da Universidade de Sorbonne Nouvelle. Possui vários artigos publicados em espanhol ou francês em periódicos acadêmicos.

jurado

MÁRIO MACILAU

É um artista e ativista multidisciplinar, conhecido por seu trabalho fotográfico. Ele nasceu em Maputo, Moçambique, em 1984. A partir de 2003, começou a tirar fotografias com um celular. Ainda jovem, seu talento já alcançou um nível internacional, com prêmios reconhecidos e suas obras expostas em galerias, feiras de arte e exposições em todo o mundo, como, por exemplo, Art Madrid em Madri, Espanha (2018 e 2019), Terceira Bienal de Foto de Pequim, China, (2018), Berlin Art Week na Kehrer Gallery, em Berlim, Alemanha (2017), etc.

Entre outros prêmios, recebeu em 2019 o prêmio Denis Diderot, na França, em 2017, The Lens Cultures e, em 2015, ganhou o reconhecimento de ‘Foreign Policy’s ‘100 Leading Global Thinkers’, da Política Externa, em Washington, Estados Unidos.

O artista também se desenvolveu no campo dos direitos humanos e contribui para projetos relacionados a questões sociais, inclusão e desenvolvimento em Moçambique.

jurado

CITLALI FABIÁN

Citlali Fabián, criadora visual mexicana e da National Geographic Explorer. Seu trabalho fotográfico explora diferentes abordagens para o desenvolvimento de sua identidade, conexões com o território, movimentos migratórios e laços comunitários. Possui publicações em mídias como Lens Blog del New York Times, LA Times, Remezcla, revista Cuartoscuro, IM Magazine e a revista La Palabra e Hombre, entre outras. Em 2018, sua série de fotos do Mestiza foi selecionada como uma das 13 histórias favoritas pelo Lens Blog do jornal New York Times.

Atualmente, está desenvolvendo o projeto fotográfico Ben’n Yalhalhaj/Soy de Yalálag, no qual documenta sua comunidade Zapotec- Yalalteca no México e nos Estados Unidos, sendo a última parte do projeto beneficiada pelas doações da National Geographic Society Grants

Seu trabalho foi exibido individualmente no México e nos Estados Unidos, bem como em exposições coletivas na Espanha, na Holanda e na Argentina. Além de fazer parte de coleções entre as quais se destacam a Coleção INBA/Toledo, a Coleção Patricia Conde e a Coleção Wittliff da Universidade do Texas nos Estados Unidos.

http://citlalifabian.com/ 

jurado

LAIA MORETO ALVARADO

Artista multidisciplinar de Barcelona com extensa formação em fotografia. Atualmente, cursa o doutorado em estudos avançados em produções artísticas pela Universidade de Barcelona, além de ser professora do Instituto de Estudos Fotográficos da Catalunha (Espanha).

Laia recebeu vários prêmios nacionais e internacionais por seus trabalhos, além de ter sido selecionada para residências artísticas e conferências. Além da fotografia, Moreto também é escultora e algumas de suas peças fazem parte das coleções da Fundación Patrim e da Unesco Art Collection.

http://laiamoreto.com/ 

emprendedores
emprendedores