Júri PHotoFUNIBER’22

Júri PHotoFUNIBER’22

jurado

Mónica de Miranda

Mónica de Miranda (Porto, 1976) é uma artista visual portuguesa, com trabalhos relacionados à ancestralidade angolana. Desenvolve obras em diferentes plataformas como fotografia, vídeo, filme e instalação para analisar temas vinculados às questões poscolonialistas e à diáspora africana. O seu trabalho vem sendo exibido internacionalmente em bienais, galerias e museus.

Mónica tem formação em Artes Visuais pelo Camberwell College of Arts (Londres), Mestrado em Arte e Educação pelo Institute of Education (Londres) e Doutorado em Artes Visuais e Multimedia pela Universidade de Middlesex.

É fundadora e atual coordenadora do projeto Hangar, centro de pesquisa em arte, em Lisboa. Também é pesquisadora afiliada no Centro de Estudos Comparatistas, Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa, onde desenvolve projetos sobre cultura visual e movimentos migratórios contemporâneos.

https://monicademiranda.org/

jurado

Silvana Mendes

Silvana Mendes nasceu e criou-se na periferia de São Luís (Brasil). É multiartista visual, graduanda em Artes pela Universidade Federal do Maranhão, e atualmente desenvolve um trabalho que busca investigar o cotidiano e a subjetividade do comum, a desconstrução de visualidades negativas e estereótipos impostos a corpos negros, na busca por resignificar simbologias e narrativas racistas. Em seu trabalho, Silvana usa como suporte artístico a colagem digital, a videoarte, o lambe e a fotografia afetiva no intuito de fomentar a democratização dos mesmos. É também facilitadora de oficinas e palestras, e já participou de diversos festivais, bienais e exposições internacionais e no Brasil, principalmente.

instagram.com/sil.vana

jurado

Pauliana Valente Pimentel

1975, Lisboa. Como artista visual produz exposições coletivas e individuais desde 1999. Em 2005 participou no curso de fotografia do Programa Gulbenkian Criatividade e Criação Artística. Foi membro do coletivo [Kameraphoto] desde 2006 até a sua extinção em 2014. É professora de Fotografia de Autor. O seu primeiro livro, “VOL I” foi publicado em 2009, por Pierre Von Kleist, “Caucase, Souvenirs de Voyage” em 2011 pela Fundação Gulbenkian, “Quel Pedra” pela Câmara Infinita em 2018 e “Narcisismo das Pequenas Diferenças” pelo Arquivo Municipal de Lisboa em 2019. Produziu também vários filmes. Em 2015 ganhou o prêmio de melhor trabalho fotográfico do ano pela Sociedade Portuguesa de Autor e em 2016 foi nomeada para o prêmio Novo Banco. Foi representada durante 5 anos pela Galeria 3+1 Arte Contemporânea e 7 anos pela Galeria das Salgadeiras, em Lisboa. Atualmente pertence à Galeria Cisterna em Lisboa e colabora com várias galerias na Europa. Parte de sua obra pertence a coleções particulares e institucionais.

www.paulianavalentepimentel.com