Júri PHotoFUNIBER’21

Júri PHotoFUNIBER’21

jurado

Arturo Bibang

Arturo Bibang é um fotógrafo, nascido na Guiné Equatorial e vive em Madri, Espanha.

Estudou Imagem no Instituto Luis Buñuel, em Móstoles, Madri. Trabalhou para diferentes meios impressos, especializando-se em retratos.

Participou de vários eventos fotográficos internacionais, tais como “Lumieres D’Afrique” em Paris, “Les Recontres Africaines de la Photographie” em Bamako, “Les Recontres Arles Photographie” em Arles, França, etc.

Além disso, participou de exposições individuais e coletivas, entre as quais vale a pena destacar: “Paris Photo” no Grand Palais em Paris; “The Lost City”, no Círculo de Bellas Artes em Madri; “Women”, uma exposição itinerante organizada pela AECID (Agência Espanhola de Cooperação Internacional) e que viajou para vários países da América Latina; “Francophonie Exhibition” em Beirute, Líbano, etc. Seu trabalho também faz parte de coleções como a Fundação Blachere ou o Patrimonio Guinea Ecuatorial, entre outras.

www.arturobibang.com

jurado

Lorena Velasco

Fotodocumentarista colombiana. Cofundadora da Fundação Fotógrafas Latino-Americanas, uma plataforma dedicada à visibilidade e promoção de fotógrafas iniciantes. Diretora e professora do fotoclube universitária de Popayán, Universidad del Cauca, uma instituição com mais de 50 anos de experiência em formação fotográfica. Também desenvolve projetos de colaboração com os quais expôs e publicou vários livros, entre os mais recentes, Coronalibro, no México, e Pandemia: Miradas de una Tragedia, na Espanha. Já expôs na Suíça, no Uruguai, no Equador e na Colômbia.

Recebeu o segundo lugar no Poy Latam 2019 na categoria de retrato individual, com o projeto Memorias del Silencio.

Websites: www.lorenavelasco.com | www.fotografaslatam.com
Instagram: @lorenavelasco20
Instagram: @fotografaslatam

jurado

Rodrigo Cruz

Rodrigo Cruz é um nativo da Cidade do México. Estudou artes visuais na Universidad Nacional Autónoma de México.

Colaborou com o jornal The New York Times no México e na América Central. Seu trabalho foi publicado em revistas como a National Geographic en Español, National Geographic Traveler, GEO, Maclean’s, VICE e Mexico Desconocido, bem como nos jornais Le Monde, The Wall Street Journal, The Washington Post e nos sites de notícias CNN e ESPN.

Trabalhou para organizações não governamentais como: Marie Stopes International, WaterAid, Internet Society, Cherie Blair Foundation for Women, UNHCR, Mission Mexico, Tlachinollan e Atzin.

Em 2010, suas fotos foram incluídas no livro Laberinto de Miradas,un recorrido por la fotografía documental en Iberoamérica, da editora RM; no livro Descubrimientos 2010 PhotoEspaña, da editora LA FABRICA; e no livro Red Bull Illume Award 2010.

Ganhou o terceiro lugar na competição de Photo of the Year (POY Latam) na categoria Sports Stories. Em 2010, conquistou o terceiro lugar na categoria Photo of the Year (POY Latam) na categoria Daily Life Multimedia; foi finalista no Anthropographia Award for Human Rights and Photography; recebeu menção honrosa no “Global World: through the lens of human rights”; foi finalista na Red Bull Illume Image Quest 2010; e foi selecionado na XIV Bienal de Fotografia no México.

www.rodrigocruz.com

jurado

Wara Vargas

Wara Vargas Lara. Cresceu acompanhada da fotografia graças a seus pais, ambos artistas plásticos. Seu pai lhe ensinou a arte de parar o tempo.

Estudou Comunicação Social e especializou-se em fotografia jornalística no Instituto de Jornalismo José Martí, em Cuba. Durante os últimos 17 anos, trabalhou em meios de comunicação na Bolívia.

Contar histórias é o que sempre a motivou e graças às pessoas que lhe permitiram fazê-lo, conquistou reconhecimento nacional e internacional, e exibiu em países como Alemanha, Estados Unidos, Colômbia, Brasil, Uruguai, México, Itália e Espanha. Suas fotos falam sobre as mulheres e as histórias da Bolívia. Ela adora a mística dos rituais bolivianos e os novos imaginários que constroem novas identidades.

Atualmente, graças a uma bolsa da National Geographic, ela vem documentando a vida das parteiras tradicionais na Bolívia.